Pular para o conteúdo principal

SÃO LUÍS DO FUTURO

O Jornal Pequeno-JP, herdeiro de Ribamar Bógea, lançou ainda em 2018 o portal São Luís do Futuro, proposta que objetiva dar visibilidade ao tema da inovação, do empreendedorismo e dos negócios tecnológicos como alternativas viáveis para o desenvolvimento local, vide experiências exitosas no Brasil e no exterior. Parabenizo a equipe do JP pela excelente iniciativa colocando São Luís como centro de um debate necessário e a merecer maior atenção de todos nós que aqui vivemos.

O Maranhão tem a marca do Mito de Sísifo, o homem que carrega a pedra até o cume da montanha, logo depois, a pedra rola até a base e o homem deve novamente carregar a pedra até o alto. Vejam, a ideia de um polo tecnológico em São Luís, por exemplo, vem sendo acalentada por intelectuais, empresários e governos ao longo dos anos.

O grande drama é que deixamos de acreditar em planejamento. Nossa terra rejeita planos e projetos que exijam mais de nós do que retórica e forma, pontual e imediato. Os projetos que exigem conteúdo e suor, continuidade e esforço coletivo tem enormes dificuldades de germinar. É claro que isso não é um destino, apenas uma constatação provisória.

A China que começou praticamente no mesmo patamar que o Brasil na corrida espacial na distante década de 1980, nos ultrapassou há muito. China está em seu 13º Plano Quinquenal, planejamento de médio prazo que tem funcionado há 65 anos com centralização política, mercado gigantesco e capitalismo de Estado. Lançaram o primeiro chinês no espaço, façanha alcançada até então por União Soviética (a primeira) e depois Estados Unidos. Agora os chineses também chegaram no lado oculto da lua, foram pioneiros no mundo.

Cláudio Marinho, do exitoso Porto Digital de Recife nos contou um pouco das lições aprendidas na implantação desse projeto. A lição que mais chamou minha atenção foi a prevalência da sociedade civil organizada e iniciativa privada no projeto como fator-chave para a experiência ter dado certo e continuar, para além das mudanças de governo.

A segunda lição que me pareceu bastante fecunda foi a necessidade de uma narrativa convincente e rica, banhada na cultura local, que reúna pessoas e instituições na implementação do projeto. Contar uma história que encante corações e mentes para caminharem juntos do estágio atual para a imagem-objetivo no dizer de Carlos Matus.

Qualquer empreendimento humano precisa da dimensão imagética, do sonho. O sonho ou a visão é onde queremos chegar, implica em produzir o conteúdo sobre o como estamos e porque não gostamos da situação atual. É algo como a busca do paraíso terreal em seu sentido mais profundo, desejamos o mais e o melhor, no entanto, nem sempre galvanizamos líderes e liderados, governantes e governados para palmilhar essa busca, perseverar e se obstinar até alcançá-la ou chegar perto.

A relevância da iniciativa do valoroso Jornal Pequeno é colocar o tema em evidência, provocar o movimento, convidar para a ação coletiva e conquistar inteligências para desenhar o sonho. Desejo sucesso e vida longa!

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas deste blog

PORQUE ATACAM O PROGRAMA ESCOLA DIGNA?

Jhonatan Almada, Reitor do IEMA e ex-Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação

As crianças do Povoado Peritoró dos Pretos não podem estudar o sistema solar como as crianças das escolas particulares da capital?
O problema educacional brasileiro, ao contrário do que muitos afirmam não se reduz à qualidade do ensino. Temos problemas ligados ao acesso (ausência de vagas em creche, pré-escola e no ensino médio), a permanência (evasão no ensino fundamental e ensino médio), ao aprendizado (baixa proficiência de português, matemática e ciências) e ao sucesso escolar (poucos concluem e progridem entre as etapas). Esse é um resumo da situação brasileira que se agrava ou se repete nos estados e municípios.
Todos os anos os sistemas federal, estaduais e municipais de ensino investem bilhões de reais em salários, equipamentos e formações. É possível questionar o monitoramento dos resultados e da qualidade desses investimentos, mas não o fato deles acontecerem. Os principais diferenciais do governo…

A FÓRMULA DO SUCESSO DE FLÁVIO DINO

Completamos quatro anos de trabalho no Governo Flávio Dino, inicialmente colaborando na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e agora no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão-IEMA. Se pudermos identificar a fórmula do sucesso do Governo, penso que essa fórmula tem pelo menos três elementos-chave: a) programa de governo com metas claras e objetivas; b) capacidade de gestão e governança do líder e c) combinação geracional e social na equipe de governo.

O elemento-síntese foi aliar razão e emoção, redirecionando o leme estatal para aqueles que mais precisam. A fórmula abriu caminho para conjunto expressivo de realizações em período de crise, escassez de recursos e fraco apoio do governo federal. O arco de ações abrangeu as principais políticas públicas, tanto as tradicionais como obras e asfaltamento, quanto as inovadoras como a criação de instituições, a exemplo do IEMA e da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão-UEMASUL.

Publiquei em …

LULA E A ESPERANÇA APRISIONADA

Jhonatan Almada, Reitor do IEMA e ex-Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovaçao
Lembro o distante ano de 1994 da campanha Lula Lá. Arrepiante jingle que não se esquece. Foi em 2003 que essa música virou governo e um mar de gente nunca antes visto ocupou o Palácio do Planalto, 2003-2010 foi um período de prosperidade, crescimento e inclusão social para o Brasil.
Cena um. Lula nos braços do povo. Cena dois. Lula tenta se entregar voluntariamente à Polícia Federal para cumprir sua condenação. Cena três. O povo impede a saída do carro com Lula. Cena quatro. Após horas de resistência cívica e negociação, Lula sai a pés do Sindicato dos Metalúrgicos e se entrega. A força popular de Lula elevou sua estatura ante o arbítrio dos pequenos tiranetes de Curitiba.
Li “A verdade vencerá”, livro com entrevista antológica de Luís Inácio Lula da Silva, registra seu legado e ao mesmo tempo suas propostas caso pudesse exercer outro mandato de Presidente da República. Lula enfrenta novo teste de fogo da…