Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2022

RENDIMENTO DOMICILIAR NO MARANHÃO REGISTRA QUEDA

1/3 O IBGE atualizou os dados sobre rendimento domiciliar per capita, números atualizados até 2021. O Maranhão registra queda de 8,3% no rendimento das pessoas em relação a 2020, retrocedemos a patamares similares ao ano de 2014. 2/3 O percentual de domicílios que registrava o recebimento do Programa Bolsa Família vinha com uma tendência de queda e voltou a crescer. Evidência do recrudescimento da pobreza e da consequente insegurança alimentar. É preciso notar que na pandemia começa o Auxílio Emergencial. 3/3 O Auxílio Emergencial aparece em outros programas sociais. O crescimento das pessoas que dependem do Bolsa Família é acompanhado da queda percentual do Auxílio. Os próximos dados deverão trazer o perfil dos que recebem o Auxílio Brasil, sucessor do Bolsa Família. Fontes: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/34052-em-2021-rendimento-domiciliar-per-capita-cai-ao-menor-nivel-desde-2012. https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-

SÃO PEDRO DOS CRENTES E A TERRA DA PROMISSÃO

Um dos pré-candidatos ao governo do Maranhão foi prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes. Podemos imaginar que sua gestão lá justificaria tal projeção política. O município se tornou uma terra da promissão após sua gestão? 1. O município como praticamente todos do Maranhão, depende das transferências externas para sobreviver, cerca de 95,1% das receitas são externas (IBGE, 2015). 2. Dentre os seus 4.700 habitantes, somente 441 estão empregados (formal e informal) e 50,8% da população vive com meio salário mínimo por mês (IBGE, 2019, 2010). 3.878 pessoas estão em situação de pobreza, sendo que 2.524 estão em extrema pobreza e dependem do Bolsa Família. 3. Somente 0,8% das vias públicas são urbanizadas e 99,7% da população não tem acesso a esgotamento sanitário (IBGE, 2010). 4. O município de São Pedro dos Crentes é recordista em internações por diarreia, ocupa o 11º lugar dentre os 217 municípios do Maranhão e o 23º lugar dentre os 5.570 municípios do Brasil (IBGE, 2016). 5. E a edu