Pular para o conteúdo principal

SÃO PEDRO DOS CRENTES E A TERRA DA PROMISSÃO


Um dos pré-candidatos ao governo do Maranhão foi prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes. Podemos imaginar que sua gestão lá justificaria tal projeção política. O município se tornou uma terra da promissão após sua gestão?

1. O município como praticamente todos do Maranhão, depende das transferências externas para sobreviver, cerca de 95,1% das receitas são externas (IBGE, 2015).

2. Dentre os seus 4.700 habitantes, somente 441 estão empregados (formal e informal) e 50,8% da população vive com meio salário mínimo por mês (IBGE, 2019, 2010). 3.878 pessoas estão em situação de pobreza, sendo que 2.524 estão em extrema pobreza e dependem do Bolsa Família.

3. Somente 0,8% das vias públicas são urbanizadas e 99,7% da população não tem acesso a esgotamento sanitário (IBGE, 2010).

4. O município de São Pedro dos Crentes é recordista em internações por diarreia, ocupa o 11º lugar dentre os 217 municípios do Maranhão e o 23º lugar dentre os 5.570 municípios do Brasil (IBGE, 2016).

5. E a educação, não tem o melhor IDEB? O município de São Pedro dos Crentes só possui 5 escolas de responsabilidade municipal, vamos aos seus números:

5.1 Cerca de 82% das crianças de São Pedro dos Crentes concluem o ensino fundamental sem saber Matemática e 66% sem saber Português. A escola municipal não sabe ensinar.

5.2 Nenhuma das 5 escolas municipais de São Pedro dos Crentes possui Biblioteca ou Laboratório de Ciências. É uma escola pobre para os pobres.

5.3 Cerca de 40% das escolas dependem de água de cacimba ou de poço para garantir o abastecimento da comunidade escolar.

6. É este o cenário do município de São Pedro dos Crentes. Como tal descalabro pode projetar alguém para se candidatar ao Governo do Maranhão? Desinformação, distorções e fake news é o que podem explicar.

7. Espero que este fio contribua para o debate público e ajude nossa cidadania a errar menos nas eleições de 2022.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BANQUE O DURO, MEU CHEFE

BANQUE O DURO , MEU CHEFE ! Por Raimundo Palhano Não deixe o seu lugar. Foi o conselho do venerável Bita do Barão de Guaré ao presidente do Senado, José Sarney, que, ao que parece, está sendo levado extremamente a sério. Quem ousaria desconsiderá-lo? Afinal, não se trata de um simples palpite. Estamos frente à opinião de um sumo sacerdote do Terecô, um mito vivo para o povo de Codó e muitos outros lugares deste imenso Maranhão. Um mago que, além de Ministro de Culto Religioso, foi agraciado pelo próprio Sarney, nos tempos de presidência da República, com o título de Comendador do Brasil, galardão este acessível a um pequenino grupo de brasileiros. Segundo a Época de 18.02.2002, estamos falando do pai de santo mais bem sucedido, respeitado, amado e temido do Maranhão. Com toda certeza o zelador de santo chegou a essa conclusão consultando seus deuses e guias espirituais. Vale recordar que deles já havia recebido a mensagem de que o Senador tem o “corpo fechado”. Ketu,

SOB OS OLHOS DO IDEB 2021

Gosto sempre de rememorar essa história. Oscar Niemeyer foi convidado para visitar a União Soviética e deu sua opinião sobre a arquitetura deles e o fez com sinceridade. Ele disse o seguinte: “nesse contato com a esquerda a gente tinha que ser fraternal, mas dizer a verdade”. Em tempos de campanha política é imperativo ressaltar que como pesquisador da área de educação e livre pensador, no sentido do que dizia Anísio Teixeira, sempre me posicionei e posicionarei sobre temas que são de interesse dos meus estudos e pesquisas, independentemente das questões políticas envolvidas. Ao tratar sobre os resultados do IDEB 2021, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica-IDEB, novamente fui atacado em redes sociais. Devo dizer que isso não tem efeito algum, já experienciei algo similar quando critiquei a educação pública de São Luís na gestão do último prefeito.  Sobre a divulgação dos dados oficiais do IDEB 2021 feita hoje pelo Ministério da Educação/Inep, temos que o IDEB do Ensino M

POR QUE HISTÓRIA É IMPORTANTE?

POR QUE HISTÓRIA É IMPORTANTE?  Pensando no que ocorreu com o Brasil nos últimos 4 anos e na enxurrada de informações destes dias pós-eleições tenho clareza de que HISTÓRIA é cada vez mais fundamental para entender o presente e não nos deixar reféns do momento, vejam o #Enem . O atual Ministro da Educação divulgou os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio-Enem 2022 com um tom de comemoração em junho. O número de inscritos 2022 aumentou em relação a 2021, bem como, cresceram as isenções. Quando não se tem a perspectiva histórica sobre o Enem, facilmente nos enganamos, até por boa fé em relação às autoridades constituídas. O fato é que número de #jovens que se inscrevem no Enem caiu de forma expressiva, cerca de 35,6% em relação a 2014. E aí? E aí que não há nada para se comemorar. O número de jovens que não estão continuando seus estudos cresceu, a pandemia foi o golpe de misericórdia. A #Universidade deixou de ser um sonho para esses jovens, precisamos estudar HISTÓRIA e não se