Pular para o conteúdo principal

A FÁBRICA DE CONQUISTAS

O Brasil convive com pesado passivo histórico: nunca conseguiu prover escola pública de qualidade para o povo. Os desafios são enormes para que tal sistema educacional melhore e avance, sobretudo por ser tão complexo, com milhões de estudantes, professores e milhares de escolas, espalhadas em realidades díspares, das grandes cidades aos pequenos povoados.

Contudo, isso não é destino, apenas desafio. Dessa forma, mais uma vez venho a público prestar contas dos resultados do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão-IEMA. Criado pelo governador Flávio Dino dia 2 de janeiro de 2015, o IEMA completará 5 anos de existência buscando cumprir a missão de oferecer educação profissional, científica e tecnológica de alto padrão.

A despeito das dificuldades, tropeços e atropelos, permaneço convicto: - UMA ESCOLA PÚBLICA DE EXCELÊNCIA É POSSÍVEL. Nossa equipe de trabalho, gestores, professores e estudantes provam isso todos os dias pelo que devolvem ao Maranhão em troca do investimento recebido, em 2019 o IEMA conquistou:
  • Premiado como Destaque Nacional no Desafio Inova Escola da Fundação Telefônica Vivo
  • Boa prática selecionada para a Plataforma dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
  • Selecionado para o Mapa de Práticas Socioemocionais da UNESCO
  • Referência em formação de professores para a cidadania global pela Coordenação da Rede PEA-UNESCO
  • Selecionado para o Mapa de Cidades Sustentáveis do Quintessa e Instituto Vedacit
  • Projeto aprovado e financiado pela fundação norte-americana The Pollination Project
  • Finalista do Prêmio Darcy Ribeiro de Educação (Comissão de Educação da Câmara dos Deputados)
  • Bicampeão Nacional de Lançamento de Foguetes, Medalhas de Ouro e Prata na Mostra Brasileira de Foguetes-MOBFOG
  • 1º Lugar Nordeste no Festival Cineastas 360º da RECODE e Facebook
  • Melhor Direção, Atriz Revelação, Ator Revelação, 2º lugar de Melhor Espetáculo no Festival Maranhense de Teatro Estudantil-FEMATE
  • Prêmio Vale de Cinema como Melhor Roteiro no Festival de Cinema do Vale do Pindaré
  • Medalhas de Ouro, Prata e Bronze na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica-OBA
  • Medalhas de Ouro, Prata e Bronze na Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras-OIMSF
  • Medalhas de Bronze (DRC Explorer e Cliff Hanger) e Prata (Missão Impossível) na FIRA Copa Mundial de Robôs (Coréia do Sul)
  • 3º lugar e Prêmio Paulo Freire na etapa nacional do Torneio Juvenil de Robótica-TJR
  • Medalhas de Ouro, Prata e Bronze na Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica-OBR
  • Medalha de Bronze e Menção Honrosa na etapa maranhense da Olimpíada Brasileira de Química
  • Menção honrosa na Olimpíada Norte-Nordeste de Química
  • 1º, 2º e 3º lugares na Mostra Acadêmico-científica em Ciências Biológicas da UEMA-MACCBIO
  • Fotografia premiada no Concurso Artístico-Literário Aluísio Azevedo
  • Medalhista em diferentes modalidades dos Jogos Escolares Municipais de Axixá, Presidente Dutra, Santa Inês, Matões e Brejo
  • 1º, 2º e 3º lugares nas categorias mostra científica e pôster na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia-SNCT no Maranhão
  • Troféus de 1º, 2º e 3º lugares na Etapa Estadual do Torneio Juvenil de Robótica-TJR
  • Medalha de Bronze, Menção Honrosa, Professora Premiada e Escola Premiada na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas-OBMEP
  • Medalhas de Prata e Bronze na Olimpíada Brasileira de Física-OBF
  • Medalha de Bronze na Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas-OBFEP
  • Menção honrosa na Olimpíada Nacional de Ciências-ONC
  • Melhor desempenho do Maranhão na Olimpíada Brasileira de Agropecuária-OBRAP
  • 31º lugar entre 103 equipes classificadas na Olimpíada Brasileira de Cartografia-OBRAC
  • Projeto finalista no Desafio Criativos da Escola 2019 do Instituto Alana e Design for Change
  • Projeto classificado na 6ª edição do Prêmio Respostas para o Amanhã da Samsung
  • Projeto inovador sobre ensino da Tabela Periódica reconhecido pelo Foro Abierto de Ciencias de América Latina y el Caribe-CILAC
  • Nove projetos selecionados e premiados no Seminário Conectando Saberes da Fundação Lemann
  • Projeto classificado em 2º lugar no MakerDay 2019 do SENAC e Fábrica de Gênios
  • 3º lugar Maratona Hackathon NASA do International Space Apps Challenge
  • Professor selecionado no Programa STEM Tech Camp Brasil da Embaixada dos Estados Unidos
  • Professora selecionada para a Missão Pedagógica no Parlamento promovida pela Câmara dos Deputados
  • 3º Lugar Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora na categoria Ensino Profissional
  • Homenagem como Escola Integrante do Programa do Tribunal Regional do Trabalho
  • Poesias selecionadas no Concurso da Editora Jogo de Palavras
  • 3º Lugar Concurso Internacional de Redação de Cartas da União Postal Universal-UPU
  • Representante da Federation of International Robot Sports Association-FIRA no Brasil
  • Professores selecionados para o Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos (PDPI) - CAPES e Comissão Fulbright Brasil
  • 3º Lugar na Scholarship Essay Competition Reach Cambridge
  • Validação da Escola de Cinema do IEMA pelo Cinéfondation do Festival de Cannes, França
  • Iniciativa Copo Zero selecionada como boa prática nacional de gestão de resíduos sólidos pelo Ministério do Meio Ambiente-MMA e ONU Meio Ambiente
  • Desenhos premiados no Concurso CEAT 50 anos: textos e desenhos para a Revista Philos

Esta é a nossa eloquente resposta. Muito obrigado!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BANQUE O DURO, MEU CHEFE

BANQUE O DURO , MEU CHEFE ! Por Raimundo Palhano Não deixe o seu lugar. Foi o conselho do venerável Bita do Barão de Guaré ao presidente do Senado, José Sarney, que, ao que parece, está sendo levado extremamente a sério. Quem ousaria desconsiderá-lo? Afinal, não se trata de um simples palpite. Estamos frente à opinião de um sumo sacerdote do Terecô, um mito vivo para o povo de Codó e muitos outros lugares deste imenso Maranhão. Um mago que, além de Ministro de Culto Religioso, foi agraciado pelo próprio Sarney, nos tempos de presidência da República, com o título de Comendador do Brasil, galardão este acessível a um pequenino grupo de brasileiros. Segundo a Época de 18.02.2002, estamos falando do pai de santo mais bem sucedido, respeitado, amado e temido do Maranhão. Com toda certeza o zelador de santo chegou a essa conclusão consultando seus deuses e guias espirituais. Vale recordar que deles já havia recebido a mensagem de que o Senador tem o “corpo fechado”. Ketu,

É POSSÍVEL REABRIR AS ESCOLAS

  É preciso organizar a reabertura das escolas públicas em 2021 com os cuidados sanitários devidos, por outro lado e em paralelo, priorizar a vacinação das equipes escolares (professores, gestores, técnico-administrativos e terceirizados). Não há tempo a perder, estamos entregando uma geração de estudantes para a desigualdade por incompetência e inação. O trabalho de preparação para reabrir as escolas deve ocorrer neste mês de janeiro, que na educação só deve ser férias para os estudantes e professores. As equipes técnicas devem organizar a retomada das aulas ainda no primeiro semestre de 2021 de forma gradual e escalonada. A primeira tarefa é assegurar os insumos e adaptações necessárias, máscaras, álcool em gel, distanciamento e reorganização das salas de aula e turmas. Se pode fazer a retomada presencial escalonada a partir de fevereiro, conforme avançar a vacinação, 30% dos estudantes no primeiro mês, 50% no segundo mês, 75% no terceiro mês até chegar a 100% no quarto mês letivo, e

O ANO PERDIDO

O ano da pandemia do coronavírus deixará marcas profundas na educação e nas desigualdades do nosso país, acumulando desafios para o próximo ciclo político e econômico. Não há copo meio vazio ou meio cheio. A educação pública enfrentou um dos piores momentos. Temos um Ministério da Educação esvaziado e omisso na condução da política educacional, incapaz de tomar decisões fundamentais, se movendo a base de pressão social e política. Lembremos do episódio do Exame Nacional do Ensino Médio-Enem, adiado com muito custo e resistência. Lembremos do ensino remoto que só ocorreu graças à atuação do Conselho Nacional de Educação-CNE. Os estudantes da escola pública se viram excluídos do sistema de ensino, enganados por falsas soluções tecnológicas que nunca os alcançaram e sendo descobertos pelo poder público em suas casas, dessa vez não mais como números, mas como gente e gente submetida à desigualdade social e educativa. No entanto, ação que tarda é inócua. Este foi um ano perdido para maioria